Agradeço a todas as visitas e comentários! Seja bem vindo!!! Que Deus abençoe a tua vida!

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Eleições e Cidadania

Domingo de eleições no Brasil. Com todo o lixo que tivemos que aturar pelos canteiros e rótulas da cidade, hoje é dia de despejar o restante pelas ruas. Já é uma tradição. Como o meu critério de votação este ano inclui eliminar da lista os candidatos sujões, estou num dilema. Afinal, sem os cavaletes, cartazes e os terríveis carros de som (poluição sonora e visual) é complicado saber quem é candidato. Claro, temos a propaganda eleitoral na TV. Se não dá para conhecer as propostas reais, pelo menos sabemos quem está colocando seu nome a disposição. Assistimos coisas inacreditáveis, até cômicas e constrangedoras. Apesar da imensidão de informações, uma fonte interessante também é a internet. Foi difícil, mas deu para definir seis nomes necessários para não votar simplesmente em branco.
Infelizmente, muitos ainda votam no candidato que está na frente nas pesquisas. Dizem que não vão votar em quem vai perder. Mal percebem quem é que realmente pode perder com isso. Outras tratam a questão como torcedor de time de futebol. Estão definidos desde o início e não há o que os faça mudar de idéia. Trata-se de uma paixão. Estes vão acompanhar as apurações - que ficaram mais sem graça depois das urnas eletrônicas - como se fosse uma decisão de campeonato. Já que não haverá futebol na TV...! Existem ainda aqueles que venderam o voto, aqueles que votaram 'em qualquer um' e até os que deram o famoso 'voto consciente', seja lá o que isso signifique! Fato é que no Brasil o voto é obrigatório, então...
Na Bíblia não encontramos governos democráticos e nem processos eleitorais. Nem o substituto de Judas Iscariotes no ministério apostólico foi eleito pelo voto (At 1. 26). Sabemos algumas coisas sobre a maneira como Jesus lidava e pensava sobre os governantes: "Dai, pois, a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus" (Lucas 20. 25). E, "bem sabeis que pelos príncipes dos gentios são estes dominados, e que os grandes exercem autoridade sobre eles" (Mateus 20. 25). Relevante também, principalmente para nós brasileiros que facilmente nos deixamos levar pela ilusão de um messias político, são as palavras em resposta ao interrogatório dos fariseus: "O reino de Deus não vem com aparência exterior. Nem dirão: Ei-lo aqui, ou: Ei-lo ali; porque eis que o reino de Deus está entre vós" (Lucas 17. 20, 21). Somos, portanto, desafiados a exercermos a nossa cidadania aqui onde vivemos. Mas, sem nos iludirmos com candidatos a 'salvadores da pátria'. Tampouco a sujeira e corrupção devem ser maiores que a esperança de dias melhores. Que Deus abençoe os brasileiros!

Um comentário:

Abençoadinhos disse...

Vim agradecer sua visita e por nos seguir...
Muito bom seu blog com certeza estarei sempre aqui...

"Deus o abençoe Sempre"

Veja Também:

Related Posts with Thumbnails