Agradeço a todas as visitas e comentários! Seja bem vindo!!! Que Deus abençoe a tua vida!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

No Amor Não Existe Medo

Enquanto João escreve as palavras do livro de Apocalipse, ele está preso numa ilha conhecida como Patmos. Roma, a cidade das sete colinas, fica a oeste. As comunidades cristãs para quem João destina os seus escritos ficam na região da Ásia Menor, atual Turquia. Era uma região próspera, com grandes portos e comércio forte. Um grande centro cultural da época. O império Romano já dava sinais da sua decadência. Na época da composição do Apocalipse o imperador era Nero ou Domiciano. É mais provável que João tenha escrito o Apocalipse durante o reinado de Domiciano (entre os anos 81 ao 96).
Domiciano havia instituído o culto ao imperador. Apesar de isso não ser em si uma novidade, com Domiciano o culto ao imperador foi considerado uma lealdade ao império. Assim, procurava-se implantar um governo absoluto sobre os corpos e as almas das pessoas. Todos deveriam chamar Domiciano de 'Senhor e Deus'. Ele mesmo chamava a sua cama de o 'leito de um deus'. O palácio era o seu santuário. Foi um período de extrema violência e perseguição a todos que se negavam a adorar o imperador como Deus. Todos, além dos cristãos, filósofos, políticos e até membros da própria família que oferecessem resistência eram banidos ou mortos. Nesse caso, o que estava em jogo era a adoração. Domiciano foi o imperador que reivindicou de todas as formas aquilo que pertence somente a Deus.
O cristianismo já havia se espalhado bastante, alcançando, inclusive o círculo dos governantes. Já havia, também, se separado claramente do judaísmo. Domiciano via o cristianismo como grande ameaça contra o culto ao imperador. Os cristão se negavam a prestar culto a qualquer outra divindade. Com a perseguição, também João acabou preso na ilha de Patmos, um local para onde os prisioneiros do império eram levados. Assim, João escreve com a intenção de levar esperança e orientação a respeito do único Deus que é digno de adoração. Seus irmãos na fé, que continuam sendo mortos e torturados, recebiam a mensagem de Apocalipse com grande alegria e se fortaleciam para continuar fiéis apesar de todas as dificuldades.
O Apocalipse, portanto, não é uma mensagem de terror, medo e perplexidade. Mas, uma mensagem de esperança que visa exortar à coragem, à fé e perseverança em meio às tribulações e dificuldades que possam se abater (confira o Salmo 23). O Deus que se revela no Apocalipse não é outro que aquele revelado em Jesus Cristo nos Evangelhos. É desse Deus que João está falando. Quem confia não tem motivos para temer.

3 comentários:

JOSÉ RODRIGUES OLIVEIRA FILHO disse...

Muito bom!

Rita disse...

Nunca tinha pensado dessa forma sobre Apocalipse,mas ,sim, o Senhor nos revela seu amor,nos trazendo esperança,renovando a fé,pois os santos esperarão nEle não importa o que aconteça.
Além de disso,o Senhor justamente adverte que se persevere na fé da verdade para recebermos a coroa da vida,e entrarmos na cidade pelas portas...
O amor do Senhor nos liberta do medo mesmo,para os cristãos o Apocalipse é um alento para alma,enquanto os que desconhecem a verdade o temem terrivelmente....
Paz irmão Rodomar,que o Senhor lhe abençoe!!

Will disse...

Olá, meu nome é Will. Sou autor do blog CELEBRAI.

Gostei muito do que li por aqui. Já estou seguindo o blog.

Faça-nos uma visita e nos siga também: www.celebraii.com.br

abs

Veja Também:

Related Posts with Thumbnails