Agradeço a todas as visitas e comentários! Seja bem vindo!!! Que Deus abençoe a tua vida!

domingo, 2 de outubro de 2011

Graça Pode Ser o Nome Para Uma Menina

Terminou no último dia 02 de outubro, no Rio de Janeiro, mais uma edição do famoso Rock In Rio. Entre as diversas bandas e artistas que ali se apresentaram, muitos sentiram a falta do U-2, uma das mais conhecidas mundialmente. Seja por motivo de cansaço por causa da última turnê ou por não se considerarem uma banda de rock, fato é que eles recusaram o convite. Uma das mais belas canções da banda é Grace, do álbum All That You Can't Leave Behind do ano 2000. Há quem diga que a banda irlandesa teria feito a letra em homenagem à Agnes Gonxha Bojaxhiu. Talvez porque "graça, é o nome para uma menina", e, "também é um pensamento que mudou o mundo".

O pensamento que mudou o mundo foi compreendido também por aquela menina. Ela que perdeu o pai muito cedo e cresceu ajudando a mãe na atividade de bordado e fazenda para poder manter a família. Nasceu em 1910 no sul da antiga Iugoslávia. Foi educada numa escola pública e, seguiu sua vocação religiosa, ingressando na Congregação Mariana. Em 1929 partiu para a cidade de Darjeeling, na Índia, onde as irmãs de Loreto tinham um colégio. Na Índia ela fez o seu noviciado, tomando o nome de Teresa. Viria, porém a ser conhecida pela cidade de Calcutá, onde a pobreza à sua volta era contrastante com a vida das meninas ricas do colégio em que trabalhava. Durante uma viagem, em 1946, Madre Tereza ouviu um chamado que a levou a abandonar o colégio e a viver definitivamente entre os pobres. No mesmo ano ela conseguiu nacionalidade indiana e passou a usar um traje típico, um sári branco com debruns azuis e uma pequena cruz no ombro. Sua vida e dedicação se traduzem por aquilo que no cristianismo conhecemos como encarnação. E, assim, doou-se ao povo pobre da Índia. Conquistou muitas seguidoras à sua causa. Fundou o instituto Missionárias da Caridade para a qual revelou o objetivo e missão que consistia em "saciar a infinita sede de Jesus sobre a cruz de amor e pelas almas, trabalhando para a salvação e para a santificação dos mais pobres entre os pobres”. Em 1979, Madre Teresa recebeu o prêmio Nobel da Paz, pelos serviços prestados à humanidade.

Se Bono Vox escreveu Grace em homenagem à Madre Tereza de Calcutá, eu não sei. Mas, aquela menina provou que a graça continua a mudar o mundo. Ela "assume a culpa; cobre a vergonha; remove a mancha. A Graça encontra bondade em tudo. Ela viaja para fora do karma. O que antes era dor; o que antes era atrito; o que deixava uma marca; não fere mais. Porque a Graça cria a beleza a partir das coisas feias". Cantada, pintada, recitada, projetada, emoldurada... Muitas são as maneiras de se comunicar a graça. Há quem prefira encarná-la . "Ontem foi embora. Amanhã ainda não veio. Temos somente hoje, comecemos" (Madre Tereza de Calcutá).

Ouça abaixo a música Grace:



Assista o filme Madre Teresa de Calcutá:

Um comentário:

Marcello Comuna disse...

Prazer cara! Gostei muito da proposta do seu blog. Estou seguindo! Ficaria honrado se um dia fosse lá conhecer meu cantinho.

http://verboprimitivo.blogspot.com/

Deus abençoe sua caminhada meu irmão!

Veja Também:

Related Posts with Thumbnails