Agradeço a todas as visitas e comentários! Seja bem vindo!!! Que Deus abençoe a tua vida!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

De Teólogo e Louco...

Vou atrever-me a escrever sobre algo que pode gerar certa polêmica. A minha área de formação de estudos contínuos é a teologia. Até me aventuro na área de gestão devido a outros cursos que já fiz nesse campo. Porém sinto-me mais a vontade na teologia onde prefiro manter sempre uma postura de aprendiz. Uma coisa interessante sobre a teologia é que muitos encaram a matéria como se fosse senso comum. Você conhece aquele ditado que diz que de médico e louco todo mundo tem um pouco? Pois é, todo mundo também se acha um pouco (ou muito) teólogo. Até o Martinho da Vila deu para escrever sobre o assunto. Daí surgem pérolas como esta: "Há católicos e protestantes que abominam o espiritismo, mas no fundo todos são espíritas, pois acreditam no Espírito Santo". A "crítica" de Martinho, bem como sua constatação, se devem exatamente pelo que estou tentando dizer aqui: as pessoas acham que religião é mera questão de opinião. Mas, e se todos agissem assim com relação à medicina, direito, psicologia, engenharia, etc? Já imaginaram a tragédia?
Se Teologia, no significado mais simples da palavra é "conversa sobre Deus", então, sim, de certa forma, todos somos teólogos. Porém, é também uma ciência que pressupõe certos princípios e métodos de estudo. No caso do cristianismo, como nos lembra o professor de Oxford, Alister McGrath, "a teologia se baseia na Bíblia" que é para nós (cristãos) como "uma janela que nos permite ver partes da natureza e dos propósitos de Deus". Logo, não haverá boa teologia onde a Bíblia não for levada a sério! Teologia e religião não é, portanto, uma questão de opinião. É verdade que muitos querem nos fazer acreditar que seja assim. A igreja tem aceitado a pressão que relega a fé ao âmbito privado da vida. Muitos creem realmente que a religião nada tem a ver com política, justiça, meio ambiente, trabalho, etc. Ledo engano! O que se faz da vida e o que acontece na sociedade reflete a crença mais íntima das pessoas. Por exemplo: se Deus criou todas as coisas, avaliou que tudo era muito bom e deu aos seres humanos a responsabilidade de cuidar e cultivar, como isso se reflete na nossa vida hoje? Podemos deduzir que alguém que sequer cuida do próprio pátio de casa possui algum tipo de crença diferente!
Em que você, leitor, crê realmente? Como você responde questões importantes da vida como: O que o ser humano é? De onde surgiram todas as coisas? O que acontece a uma pessoa quando ela morre? Por que é possível conhecer alguma coisa? Como sabemos o que é certo e errado? Qual é a fonte do mal? Qual é o significado da história humana? Trata-se de um exercício simples que poderá revelar em que você acredita de fato. Depois, resta saber se isso é coerente com a fé que você diz professar!

Um comentário:

www.gloriosojesusblogger disse...

Muito bom, esse artigo!É bom refletir
sobre isso, obrigada.

Veja Também:

Related Posts with Thumbnails