Agradeço a todas as visitas e comentários! Seja bem vindo!!! Que Deus abençoe a tua vida!

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Trabalho e Vocação

Você já consegue ver a sexta-feira daí? Basta chegar a segunda-feira que muitas pessoas já começam a esperar ansiosamente pela sexta-feira. Quem nunca viu expressões, imagens e desabafos neste sentido? Parece que a vida acontece mesmo nos finais de semana. Os outros dias precisam ser suportados para que possamos desfrutar de algumas horas de puro êxtase, euforia, realização, enfim, a felicidade. O trabalho é um mal necessário, um preço a se pagar para que a vida valha a pena, nem que seja somente quando chegar a sexta-feira! De onde vem essa ideia? Por que o trabalho precisa ser encarado como castigo? Será que simplesmente a maioria das pessoas está na atividade errada? Ou esta cultura de desprezo pelo trabalho é fruto de algo mais profundo em nossa cultura?

Existe uma crença popular que relaciona o trabalho com castigo. Mas, de onde vem esta crença? Por muito tempo, na história, houve uma interpretação equivocada dos três primeiros capítulos do livro bíblico de Gênesis a respeito disso. E, como o nosso mundo Ocidental, especialmente, é marcado pelo cristianismo, muitos acabam disseminando a falsa doutrina de que o trabalho é um castigo por causa do pecado. Adão e Eva teriam desobedecido a Deus e, assim, como castigo, a humanidade sofre precisando trabalhar para obter do suor de seu rosto o pão de cada dia. Há quem ainda acredite nisso! Para piorar, a origem etimológica da palavra trabalho também remete à dor, sofrimento, tortura, castigo. O termo vem do latim TRIPALIUM, que designava um instrumento de tortura formado por três estacas agudas (tri + palum = Três paus). Esta palavra passou ao francês como TRAVAILLER, significando “sofrer, sentir dor”, evoluindo depois para “trabalhar duro”. Logo, trabalhar é sofrer como num Tripalium. Não nos admiremos, pois, que muitos encarem o trabalho como algo a se evitar a todo custo.

Com a tradição protestante, homens como Martim Lutero e João Calvino contribuíram para resgatar uma compreensão novamente próxima ao que a Bíblia realmente apresenta sobre o tema. O trabalho jamais pode ser encarado como um castigo de Deus. Pois não existe nenhum ensinamento bíblico neste sentido. Assim, precisamos reaver o sentido e a importância da palavra vocação em nossos dias. Mesmo que não houvesse ocorrido a desobediência de Adão e Eva, o trabalho já estava nos planos de Deus na origem da Criação. Originalmente a palavra vocação vem de VOX e VOCARE, do latim significando “voz que chama”. Uma releitura dos capítulos um e dois de Gênesis no levará a concluir que Deus chama os seres humanos para envolverem-se na administração e cultivo da sua boa criação. Logo, esta atividade humana constava na avaliação de Deus que concluiu que “tudo havia ficado muito bom” (Gênesis 1.31).

2 comentários:

Anônimo disse...

Estou apreciando bastante estes teus textos mais voltados ao mundo sensível, que evitam o uso do 'evangeliquêz', idioma incompreensível à maioria das pessoas.
Perseguir a vocação em nossa sociedade não é tarefa fácil: por vezes, temos que ir contra amigos, família e mesmo contra uma instituição religiosa. A regra é: o 'consumo' é o deus e todos devem seguí-lo, sob pena de não ser aceito em certos círculos, ou, ser tachado de louco, alienando ou preguiçoso.
Quem ama o que faz, anseia pela segunda feira, pela terça, e, feliz leva um pouco de trabalho para o fim de semana; sei bem do que falo.
abraço
niño

Eliane Becker disse...

Excelente reflexão.
Gostaria de compartilhar meu pensamento: A escolha da "atividade humana"(vocação)a ser desempenhada é uma decisão pessoal. Uma vez que entendi o “precisamos reaver o sentido e a importância da palavra vocação em nossos dias “ e ““tudo havia ficado muito bom” (Gênesis 1.31)”, e me decidi por uma atividade, minha vida gira em torno dela. Devo conhecer a real dimensão desta escolha, quais os dons e talentos envolvidos? Conheço os meus dons e talentos? Vou me satisfazer completamente nos dias da atividade e no seu descanso? Lembrando que cada atividades tem suas particularidades, entre elas, o tempo de descanso nem sempre ocorre sextas-feiras. Será que estou ciente disso?? Abraços.

Veja Também:

Related Posts with Thumbnails