Agradeço a todas as visitas e comentários! Seja bem vindo!!! Que Deus abençoe a tua vida!

segunda-feira, 12 de maio de 2008

O Deus Que Frustra

Como está a nossa busca espiritual?

Após a ressurreição, Jesus encontra os discípulos tristes, com medo, chorando. Ele censura a incredulidade e o coração endurecido dos onze. É assim! Muitas vezes a vontade de Deus nos choca, e, até nos frustra. A nossa vontade geralmente está fora da sintonia da vontade de Deus. Nossos desejos e tendências são contrários aos propósitos de Deus. O pecado faz-nos resistentes ao seu amor e à sua graça. Quando a minha vontade é diferente da vontade de Deus o resultado pra mim será sempre frustração. Eu esperando ganhar uma bicicleta e Deus me dá um livro; Eu preocupado comigo mesmo, em satisfazer as minhas vontades e Deus dizendo ‘ame o seu próximo’. Os discípulos esperavam que Jesus tomasse o poder de Roma e, no entanto, vêem seu mestre ser crucificado.
É por isso que a igreja, ou gera frustrados ou atende as vontades de cada um e vai se distanciando da vontade de Deus. A igreja do mercado usa a lógica do Marketing: dar aquilo que o consumidor deseja – satisfação das vontades do cliente! Fazem de Deus um produto ao gosto das vontades de cada cliente. Já a igreja de Jesus Cristo que tem por objetivo implantar o Reino de Deus caminha por outra lógica: Ela anuncia a Palavra e a vontade de Deus, mesmo que isso não dê IBOPE. Pois o reino de Deus é onde a vontade de Deus prevalece! Quando todos querem satisfazer apenas as suas próprias vontades temos o reino de satanás! Como está a nossa busca espiritual? Temos experimentado frustração? A Palavra de Deus incomoda, exorta, desafia? Se diante da vontade de Deus eu vejo as minhas próprias vontades desafiadas e contrariadas, então estou no caminho certo. Um evangelho ‘água com açúcar’ que fica tentando ajeitar as coisas para que todos tenham as suas vontades satisfeitas não é o Evangelho de Jesus Cristo.
“Jesus apareceu aos Onze enquanto eles comiam; censurou-lhes a incredulidade e a dureza de coração” (Marcos 16. 14). Ah! Como eu preciso sempre de novo da repreensão de Jesus! A minha natureza egocêntrica sempre de novo me lança na incredulidade petrificando o meu coração. Um coração de pedra já não se deixa exortar, corrigir, aconselhar... O rebelde desconhece a fé. O critério, a referência não é Deus ou a sua vontade. O EU é a referência: Meus gostos, Meus interesses, Minhas vontades.
A rebeldia não aceita nenhuma autoridade: Deus é visto como um estraga prazeres, alguém que está sempre querendo se meter na minha vida. Aceitar a exortação de Jesus que revela a vontade de Deus significa ser desafiado: desafiado a viver para o outro; desafiado a amar e colocar os interesses do outro acima dos meus próprios interesses; Jesus me desafia a viver uma igreja onde Ele é Senhor. A vontade de Deus incomoda, pois o meu ego precisa ser desinstalado para dar lugar ao Senhorio de Cristo sobre a minha vida.

Um comentário:

Tobias Mülling disse...

Bah... mensagem na hora certa e no lugar certo..

um abra;o

Veja Também:

Related Posts with Thumbnails